PUBLICIDADE
Dia Internacional das Mulheres - International Women's Day
06/03/2021 19:09 em Novidades

Dia Internacional das Mulheres

História do Dia Internacional das Mulheres

O Dia Internacional da Mulher é comemorado em muitos países ao redor do mundo. É um dia em que as mulheres são reconhecidas por suas conquistas, independentemente das divisões, sejam elas nacionais, étnicas, linguísticas, culturais, econômicas ou políticas.

Por que 8 de março?

19 de março, último domingo de fevereiro, 15 de abril e 23 de fevereiro estão entre as datas principais do movimento do Dia Internacional da Mulher.

 Mas de onde veio então o dia 8 de março? Pergunte a Júlio César e Gregório XIII! 

Antes da Revolução, a Rússia ainda não havia adotado o calendário gregoriano, introduzido pelo Papa Gregório XIII em 1582 para mitigar os erros do calendário juliano, que deve seu nome ao imperador romano, que o escolheu 46 anos antes do nascimento de Jesus Cristo. O calendário gregoriano é usado hoje na grande maioria dos países. 

Em 1917, 23 de fevereiro na Rússia correspondia, portanto, a 8 de março nos demais países europeus. É simples assim!

Como começou?

O Dia Internacional da Mulher, também conhecido como IWD, surgiu do movimento trabalhista para se tornar um evento anual reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

As sementes foram plantadas em 1908, quando 15.000 mulheres marcharam pela cidade de Nova York exigindo menos horas de trabalho, melhores salários e o direito de voto. Foi o Partido Socialista da América que declarou o primeiro Dia Nacional da Mulher, um ano depois.

A ideia de internacionalizar o dia partiu de uma mulher chamada Clara Zetkin. Ela sugeriu a ideia em 1910 em uma Conferência Internacional de Mulheres Trabalhadoras em Copenhague. Estavam presentes 100 mulheres, de 17 países, e elas concordaram com sua sugestão por unanimidade.

Foi celebrado pela primeira vez em 1911, na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. O centenário foi comemorado em 2011, então este ano estamos tecnicamente comemorando o 110º Dia Internacional da Mulher.

As coisas foram oficializadas em 1975, quando as Nações Unidas começaram a comemorar o dia. O primeiro tema adotado pela ONU (em 1996) foi "Celebrando o passado, Planejando o Futuro".

O Dia Internacional da Mulher se tornou uma data para comemorar o quão longe as mulheres chegaram na sociedade, na política e na economia, enquanto as raízes políticas do dia significam greves e protestos são organizados para aumentar a consciência sobre a desigualdade contínua.

 

É dia 8 de março. A ideia para um Dia Internacional da Mulher não tinha data fixa.

Ela não foi formalizada até uma greve de guerra em 1917, quando as mulheres russas exigiram "pão e paz" - e quatro dias depois do início da greve, o czar foi forçado a abdicar e o governo provisório concedeu às mulheres o direito de voto.

A data em que a greve das mulheres começou no calendário juliano, que então estava em uso na Rússia, foi domingo, 23 de fevereiro. Este dia no calendário gregoriano era 8 de março - e é quando é comemorado hoje.

Quais cores simbolizam o Dia Internacional da Mulher?

DIREITOS AUTORAIS DA IMAGEMGETTY IMAGES

A cor púrpura é frequentemente associada a Dia Internacional das Mulheres, pois "significa justiça e dignidade"

Roxo, verde e branco são as cores do Dia Internacional da Mulher, segundo o site do Dia Internacional da Mulher.

"Roxo significa justiça e dignidade. Verde simboliza esperança. Branco representa pureza, embora seja um conceito controverso. As cores se originaram da União Política e Social das Mulheres (WSPU) no Reino Unido em 1908", dizem eles.

 

Tema 2021

 ONU anunciou seu tema para 2021 como "Mulheres na liderança: Alcançando um futuro igual em um mundo Covid-19".

A Diretora Executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, disse: "Precisamos de uma representação feminina que reflita todas as mulheres e meninas em toda a sua diversidade e habilidades, e em todas as situações culturais, sociais, econômicas e políticas. Esta é a única maneira de conseguirmos uma verdadeira sociedade mudança que incorpora as mulheres na tomada de decisões como iguais e beneficia a todos nós. "

Mas também existem outros temas. O site do Dia Internacional da Mulher - que afirma ser projetado para "fornecer uma plataforma para ajudar a forjar uma mudança positiva para as mulheres" - escolheu o tema #ChooseToChallenge e diz que está pedindo às pessoas que "levantem a mão para mostrar que você está dentro e que você se compromete a escolher desafiar e denunciar a desigualdade ”.

Por que precisamos disso?

“A paridade de gênero não será atingida por quase um século”, de acordo com a campanha do IWD, referindo-se ao Fórum Econômico Mundial, diz que “nenhum de nós verá paridade de gênero em nossas vidas, e nem provavelmente muitos de nossos filhos”.

Recentemente, também foi um período muito difícil, com dados da ONU Mulheres revelando que a pandemia do coronavírus poderia acabar com 25 anos de aumento da igualdade de gênero . As mulheres estão fazendo muito mais tarefas domésticas e cuidados com a família por causa da pandemia, o que, por sua vez, pode impactar as oportunidades de emprego e educação.

Apesar das preocupações com o coronavírus, marchas ocorreram em todo o mundo para o IWD 2020.

Embora a maioria fosse pacífica, na capital do Quirguistão, Bishkek, a polícia deteve dezenas de ativistas pelos direitos das mulheres logo depois que homens mascarados supostamente atacaram manifestantes. Ativistas dizem que os direitos das mulheres estão se deteriorando no país.

Em todo o Paquistão, marchas ocorreram em várias cidades em face de ameaças violentas e petições legais.

E no México cerca de 80.000 pessoas foram às ruas para destacar os níveis crescentes de violência contra as mulheres no país. Mais de 60 pessoas ficaram feridas. Embora a manifestação tenha começado pacificamente, a polícia diz que alguns grupos jogaram bombas de gasolina e os oficiais responderam com gás lacrimogêneo.

Nos últimos anos, porém, vimos progressos e o movimento das mulheres alcançou uma escala sem precedentes.

Neste ano, Kamala Harris foi inaugurada como a primeira mulher, a primeira negra e a primeira vice-presidente asiático-americana dos Estados Unidos.

Em 2019, a Finlândia elegeu um novo governo de coalizão liderado por cinco mulheres, e com isso uma lei que controlava como as mulheres agiam e se vestiam em público no Sudão foi revogada.

E quem pode esquecer o impacto da conversa #MeToo, que começou em 2017 com uma hashtag nas redes sociais, denunciando experiências de assédio e agressão sexual? Agora é um fenômeno global crescente, que continua a destacar comportamentos inaceitáveis ​​e inadequados.

A Rádio Mineira reconhece as mulheres por suas conquistas!

Escute a programação Especial da Rádio Mineira de 8 de março e durante toda esta semana pelo nosso site www.radiomineira.com ou pelo nosso aplicativo clicando neste link App Rádio Mineira

 

Produção Garcia / Direção Dj Andrade – Rádio Mineira

Textos adaptados de un.org e bbc.co.uk

 

International Women's Day

 

International Women's Day History

nternational Women's Day is celebrated in many countries around the world. It is a day when women are recognized for their achievements, regardless of divisions, be they national, ethnic, linguistic, cultural, economic or political.

hy March 8?

March 19, last Sunday of February, April 15 and February 23 are among the main dates of the International Women's Day movement.

But where did March 8 come from then? Ask Julius Caesar and Gregory XIII!

efore the Revolution, Russia had not yet adopted the Gregorian calendar, introduced by Pope Gregory XIII in 1582 to mitigate the errors of the Julian calendar, which owes its name to the Roman emperor, who chose it 46 years before the birth of Jesus Christ. The Gregorian calendar is used today in the vast majority of countries.

n 1917, February 23 in Russia therefore corresponded to March 8 in other European countries. It's that simple!

How did it start?

International Women's Day, also known as IWD, emerged from the labor movement to become an annual event recognized by the United Nations (UN).

The seeds were planted in 1908, when 15,000 women marched through New York City demanding less hours of work, better wages and the right to vote. It was the Socialist Party of America that declared the first National Women's Day, a year later.

The idea of ​​internationalizing the day came from a woman named Clara Zetkin. She suggested the idea in 1910 at an International Conference of Working Women in Copenhagen. 100 women were present, from 17 countries, and they unanimously agreed with her suggestion.

It was celebrated for the first time in 1911, in Austria, Denmark, Germany and Switzerland. The centenary was celebrated in 2011, so this year we are technically celebrating the 110th International Women's Day.

Things were made official in 1975, when the United Nations began to celebrate the day. The first theme adopted by the UN (in 1996) was "Celebrating the past, Planning for the future".

International Women's Day has become a date to celebrate how far women have come in society, politics and the economy, while the political roots of the day mean strikes and protests are organized to raise awareness of continuing inequality.

It's March 8th. The idea for an International Women's Day had no fixed date.

It was not formalized until a war strike in 1917, when Russian women demanded "bread and peace" - and four days after the strike began, the tsar was forced to abdicate and the provisional government granted women the right to vote.

The date on which the women's strike began on the Julian calendar, which was then in use in Russia, was Sunday, February 23. This day on the Gregorian calendar was March 8 - and that is when it is celebrated today.

What colors symbolize International Women's Day?

COPYRIGHT OF IMAGEGETTY IMAGES

 

The color purple is often associated with International Women's Day, as "it means justice and dignity"

Purple, green and white are the colors of International Women's Day, according to the International Women's Day website.

"Purple stands for justice and dignity. Green stands for hope. White stands for purity, although it is a controversial concept. The colors originated from the Women's Political and Social Union (WSPU) in the United Kingdom in 1908," they say.

Theme 2021

 UN announced its theme for 2021 as "Women in leadership: Achieving an equal future in a Covid-19 world".

UN Women Executive Director Phumzile Mlambo-Ngcuka said: "We need a female representation that reflects all women and girls in all their diversity and skills, and in all cultural, social, economic and political situations. This is the only way to achieve a truly changing society that incorporates women into decision making as equals and benefits all of us. "

But there are also other themes. The International Women's Day website - which claims to be designed to "provide a platform to help forge positive change for women" - chose the #ChooseToChallenge theme and says it is asking people to "raise their hands to show that you inside and that you commit to choosing to challenge and denounce inequality ”.

Why do we need this?

 

“Gender parity will not be achieved for nearly a century,” according to the IWD campaign, referring to the World Economic Forum, says that “none of us will see gender parity in our lives, and probably not many of our own. sons".

Recently, it was also a very difficult period, with data from UN Women revealing that the coronavirus pandemic could end 25 years of increasing gender equality. Women are doing a lot more housework and family care because of the pandemic, which, in turn, can impact employment and education opportunities.

Despite concerns about the coronavirus, marches have taken place worldwide for IWD 2020.

Although the majority were peaceful, in the Kyrgyz capital, Bishkek, the police detained dozens of women's rights activists shortly after masked men allegedly attacked protesters. Activists say women's rights are deteriorating in the country.

Throughout Pakistan, marches took place in several cities in the face of violent threats and legal petitions.

And in Mexico, about 80,000 people took to the streets to highlight the increasing levels of violence against women in the country. More than 60 people were injured. Although the demonstration started peacefully, the police say that some groups threw petrol bombs and officers responded with tear gas.

In recent years, however, we have seen progress and the women's movement has reached an unprecedented scale.

This year, Kamala Harris was inaugurated as the first woman, the first black woman and the first Asian American vice president of the United States.

In 2019, Finland elected a new coalition government led by five women, and with that a law that controlled how women acted and dressed in public in Sudan was repealed.

And who can forget the impact of the conversation #MeToo, which started in 2017 with a hashtag on social networks, denouncing experiences of harassment and sexual assault? It is now a growing global phenomenon, which continues to highlight unacceptable and inappropriate behavior.

Rádio Mineira recognizes women for their achievements!

Listen to the Radio Mineira March 8 Special Program and throughout this week through our website www.radiomineira.com or through our application by clicking on this link App Rádio Mineira

 

Production Garcia / Direction Dj Andrade - Rádio Mineira

Texts adapted from un.org and bbc.co.uk

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!