PUBLICIDADE
Skate feminino é esperança de medalha brasileira, com a chance de um pódio triplo!
07/07/2021 11:51 em Esporte

Skate feminino é esperança de medalha brasileira, com a chance de um pódio triplo.

 

 

Atletas da seleção brasileira de skate participaram no domingo (4 de julho) de uma coletiva de imprensa antes do embarque da equipe para os Estados Unidos, onde será finalizada a preparação para a Olimpíada, O street viaja para Tóquio no dia 17 e o park no dia 27.

Essa é a primeira vez do skate em Jogos Olímpicos. A modalidade entrou com o objetivo de deixar o megaevento ainda mais popular, juntamente a surfe e a escalada esportiva. Segundo Burnquist, esse momento é histórico e reflete o amadurecimento do skate brasileiro.

O Brasil é uma das potências do skate mundial e foi o único país ao lado dos EUA a conseguir ocupar todas as vagas olímpicas disponíveis, três em cada prova. O street feminino é uma das maiores esperanças de medalha brasileira, inclusive com a chance de um pódio triplo. 

O técnico da modalidade, Roger Mancha, afirmou: "É tangível. Nós temos nossas três competidoras no topo do ranking mundial. A gente não cria nenhuma expectativa. As pessoas esperam isso porque só veêm os resultados".

Estão na disputa Pamela RosaRayssa Leal e Letícia Bufoni, pentacampeã dos X Games e inspiração de skatistas do mundo inteiro. Com apenas 13 anos, Rayssa falou sobre a ansiedade às vésperas da Olimpíada. "Estou muito ansiosa, assim como todos os outros (atletas) aqui. Eu acho que nessa olimpíada há uma grande chance de um pódio triplo não só no street, mas no park também. Eu acho que vai dar tudo certo", disse ela.

 Skate chega em Tóquio 2020 em duas modalidades: park e street – masculino e feminino.

 

STREET

Essa modalidade é a base do skate; nela, uma pista simula obstáculos de rua, como rampas, escadarias, corrimões, meios-fios, bancos e etc. Cada skatista compete individualmente e usa os elementos do espaço para demonstrar suas habilidades. Segundo o site dos jogos de 2020, a avaliação leva em consideração fatores como o grau de dificuldade das manobras, altura, velocidade, originalidade, execução e composição dos movimentos.

 

PARK

O park é uma das modalidades mais novas do skate e acontece em espaços amplos e sem obstáculos, que lembram uma piscina vazia. As paredes do bowl têm 3,4 metros de altura e, quando combinadas com paredes menores – chamadas de banks, e elementos streets, configuram o park. Nesse formato de competição, o skatista consegue completar uma manobra e já emendar outras, deixando o esporte mais dinâmico e ágil.

Em Tóquio 2020, 80 atletas se dividirão entre as modalidades street e park, nas categorias feminino e masculino, resultando em 20 atletas por evento (park feminino, park masculino, street feminino e street masculino).

 

O Brasil terá, em seu total, 12 representantes no skate nas Olimpíadas de Tóquio 2020/2021, sendo eles: 

Dora Varella

Isadora Pacheco

Yndiara Asp

Luizinho Francisco

Pedro Barros

Pedro Quintas

Pâmela Rosa

Rayssa Leal

Leítica Bufoni

Kelvin Hoefler

Felipe Gustavo

Giovanni Vianna

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!